Devocional

25 jul

Atentando à direção de Deus

Leia Jeremias 37—38 e reflita.

Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, foi designado rei por Nabucodonosor, rei da Babilônia. Ele reinou em lugar de Joaquim, filho de Jeoaquim. Nem ele, nem seus conselheiros, nem o povo da terra deram atenção às palavras que o Senhor tinha falado por meio do profeta Jeremias. (Jeremias 37.1-2)

Essa passagem parece roteiro de filme. Inclui perigo, coragem, traição, drama, guerra e intriga política. As tensões permanecem em alta temperatura numa grande cidade sitiada. Nosso herói, Jeremias, talvez não viva para ver outro dia. Quando e como Jerusalém cairá? Deus permitirá que isso aconteça? Por que ninguém dá ouvidos ao único profeta que fala por Deus? Ele é um homem bom. Podemos ver isso claramente, por que eles não veem?

Podemos ver certas coisas nessa cena do Antigo Testamento porque temos visão do todo e acesso a outras informações. Mas, quando você se encontra em meio à situação, as coisas nem sempre são claras. O diretor do filme de nossa vida nos dá apenas a informação necessária para nos fazer andar pelo caminho certo. Durante a viagem, o enredo pode trazer surpresas — mas Deus não é surpreendido. Tudo faz parte da história. Ele orienta, dizendo onde devemos ir para que a história se desenvolva como deveria. Só temos de prestar atenção.

O rei Zedequias pedia a Jeremias o conselho de Deus, mas ao recebê-lo não o colocava em prática. O rei queria saber, mas não se dispunha a fazer nada com esse conhecimento. Quantas vezes suplicamos a direção de Deus e, por não gostar do que ouvimos, decidimos agir por conta própria.

Ao pedir orientação a Deus, peça-lhe também que lhe dê ouvidos para ouvir e vontade e força para seguir suas instruções.

ORAÇÃO
Deus Pai, peço-te uma direção clara na minha vida. Ajuda-me a ouvir e entender qual é. Mostra-me o que fazer e capacita-me a realizar isso.

Devocional: Bom Dia! Leituras diárias com Stormie Omartian
www.mundocristao.com.br